sábado, 20 de maio de 2017

Opinião | O protector - Jodi Ellen Malpas

Olá! Finalmente uma opinião de um livro que é uma novidade literária deste ano e que para minha grande surpresa até me conseguiu surpreender, tendo em conta o meu primeiro contacto com a autora menos positivo.

Título: O protector
Autora: Jodi Ellen Malpas
Editora: Planeta
Edição/reimpressão: 2017
ISBN: 9789896578824
Páginas: 432
Sinopse: "Novo romance de uma autora de referência em Portugal no género erótico - mais de 35 000 leitoras em Portugal - que regressa com uma grande história de amor entre uma modelo de famílias ricas e o seu guarda-costas. O Protector tem os ingredientes necessários para agarrar e apaixonar as leitoras: uma grande atracção, segredos, tensão, um protagonista muito sexy e um grande amor."


Opinião: A minha estreia com a autora já se tinha dado há uns aninhos quando a autora se estreou com a trilogia "Este homem". Li o primeiro livro, mas não me senti surpreendida, muito pelo contrário, detestei muitas das vezes a linguagem usada pela autora (era excessivamente ordinária em mais de 50% da narrativa) e os protagonistas não me convenceram.
     Agora passado algum tempo e com o lançamento de um novo livro e certamente mais maduro, senti que deveria dar uma segunda oportunidade a autora e ainda bem que o fiz. O que encontrei neste livro foi algo bem diferente.
    Este livro conta-nos a história de Jake, um ex-sniper da SAS, que é contratado por Logan, um homem de negócios com grande reconhecimento e poder, que vê a vida e segurança da sua filha, Camille, ameaçada e para isso decide contratar um guarda-costas para a acompanhar na sua vida diária.
  Camille é uma jovem modelo bonita que embora tenha um pai rico, luta pela sua própria independência financeira e não só, e tenta restabelecer-se depois do seu passado deveras contorbado. Este foi um dos aspectos que mais gostei nesta personagem que tinha tudo para ser cliclé por ser modelo, bonita e filha de pais ricos, contudo existe uma grande bagagem do seu passado que a torna diferente para melhor e um grande exemplo.
    Jake, como não podia deixar de ser, é um homem com o seu próprio passado trágico e do qual não estamos à espera. Há muito que Jake se privou de certas emoções e tenta focar-se e dediciar-se apenas ao trabalho, principalmente aqueles trabalhos mais árduos que exigem muito dele e o mantêm focado neles a 100% e lhe proporcionam o propósito que ele tanto busca e precisa.
    O braço de ferro entre estas duas personagens começa desde cedo quando ela tenta aborrecê-lo de todas as formas e mais alguma, mas tudo em vão, porque ele não cede do trabalho que lhe foi entregue nem um pouco. Ainda para mais, quando Jake percebe que há uma história muito mal contada por trás das ameaças feitas à vida de Camille, ele dedica-se ainda mais à causa de descobrir o que é que Logan está realmente a esconder a toda a gente.
   A amizade entre os dois vai-se acabando por desenvolver e com isso vem também a atração eminente que acaba por fazer ambos ceder em algum momento.
    Obviamente que a aproximação entre Jake e Camille não agradará a todos, muito menos ao pai dela quando este percebe que Jake anda a cavar a fundo a fim de descobrir o que não é suposto que ninguém descubra.
     Notei algumas melhorias a nível de escrita, pelo menos esta foi uma leitura agradável, fluída e com personagens bem mais maduros e que sabem o que querem. Gostei particularmente da componente dos passados trágicos de ambas as personagens e de como eles conseguiram lidar com isso.
     O que aconteceu neste livro e acontece na maioria dos livros do género, é que as coisas no final ocorreram demasiado depressa. No início enrolam e do meio para o fim é uma correria de acontecimentos uns atrás dos outros.
    O livro não me conquistou logo de início, creio que o foi fazendo aos poucos, à medida que a leitura ia avançando, mas senão fosse o final não lhe tinha dado as 4 estrelas. O final para mim foi certamente o melhor, ainda que cliché, foi uam verdadeira delícia ver ambos, principalmente Jake, a finalmente a aceitar o que tinha acontecido e redimir-se no presente. Foi maravilhoso, mesmo!
"Todo o ódio e todo o azedume que me esmagaram durante todos estes anos desapareceram. Como se nunca tivessem existido. Estou a olhar para os olhos da mulher que me destruiu, e só sinto tristeza e pena. Ambos cometemos erros. Ambos deixámos ficar mal a nossa menina. Mas eu sou o único que pode remediar o que foi feito. Ou o mais possível. Transmito-lhe uma mensagem silenciosa, a olhá-la bem de frente nos olhos."
Classificação: 


Playlist:

quinta-feira, 11 de maio de 2017

Divulgação | Book trailer "Amor às claras" de Laura Kaye


Amor às claras é a continuação do livro:
 

Lançamento: 
17 de Maio

Resumo mensal (Filmes e séries) | Março

Olá! Já não é de estranhar que este post venha um tanto ou quanto atrasado, por isso aqui ficam as séries vistas no mês de Março, foi só uma, na verdade. Já filmes, não vi nem um!

Séries

Chicago P.D (Temporada 1) - Durante o mês de Março andei a ver a primeira temporada toda desta série, tendo ficado fã da mesma praticamente desde o primeiro episódio. Deparei-me com esta série um pouco por acaso, quando vi um vídeo feito pelo fã desta série e desde logo que fiquei com vontade de começar a vê-la, mas quando vi que esta já ia bem avançada em termos de temporadas senti-me um pouco reticente, mas ainda assim aventurei-me.
É uma série que vicia pelo simples facto de ter um conjunto de protagonistas todos eles interessantes de formas bem diferentes, ao longo dos episódios vamos tendo acesso a pequenos pormenores sobre o passado e presente de alguns dos nossos protagonistas e ainda vamos sempre acompanhando um crime que é resolvido a cada episódio.
Estou cheia de feelings em relação à próxima temporada, mas como esta é daquelas séries que vendo um episódios quero logo ver o próximo, vou ver se só volto a vê-la quando tiver mais tempinho livre.
Alguém já conhecia ou segue esta série?

sexta-feira, 5 de maio de 2017

Divulgação | "Amor às claras" de Laura Kaye


Amor às claras é a continuação do livro:
 

Lançamento: 
17 de Maio

BLOG | 2º ANIVERSÁRIO


Woow, os anos passam a correr e a prova disso é que eu só me apercebo que passou mais um ano aqui no blog quando já vamos em Maio, tendo sido o aniversário do blog em Março.
Parece que o blogue Sabores e dissabores literários já completou o seu 2º aniversário, por isso não podia deixar de agradecer a todos aqueles que passam por este cantinho e pelas respetivas redes sociais, assim como às editoras parceiras do blog.
Sei que tenho andado um pouco mais ausente do blog e até mesmo dos vossos, mas existem momentos em que a vida pessoal e profissional se sobrepõem a tudo, mas sempre que possível vou passando por cá e pelos vossos cantinhos para estar a par das novidades.
E é isso. Entretanto vou ver o que é que hei-de fazer para celebrar o aniversário do blogue. Um passatempo é certo, mas ainda não sei que livro vou sortear, mas fiquem atentos. Entretanto podem aproveitar para participar nos passatempos que estão a decorrer atualmente no blogue: "Amor às claras" e "O livro dos chacras".

segunda-feira, 1 de maio de 2017

Novidades | Edições Chá das Cinco (Abril)


Sinopse: "A história verídica de uma mãe cuja filha é morta pelo pai por vingança. 
Esta é a história verídica de Ana. Uma menina de sete anos morta por um pai para se vingar da mulher que o abandonou. É também a história de Carolina, a mãe, e da sua viagem ao inferno. E de João, esse pai que ninguém conhecia verdadeiramente, e que foi capaz de matar quem amava.
Esta história é a junção de muitas histórias reais. Todos os anos há crianças que são assassinadas em contextos de divórcios litigiosos. Pais ou mães que matam os filhos por vingança, para provarem que ganharam. Para castigarem quem só queria ter outra vida.
Depois de vários anos de jornalismo e a fazer reportagens de violência doméstica, Tânia Laranjo continua sem respostas perante a morte de crianças. E, com esta obra poderosa e muito pessoal, leva-nos a questionar como é possível o amor andar de mãos dadas com a mais pura das maldades."



Sinopse: "O amor é muito mais intenso quando tem um toque de magia
Em Enfeitiçado, Calin Farrell é um fotógrafo de sucesso que decide viajar à Irlanda. Fascinado pelas ruínas de um grande castelo cruza-se com uma mulher de nome Bryna que reconhece em Calin o homem dos seus sonhos. Mas Calin desconhece que ambos fazem parte de um feitiço de mil anos… Em Para Sempre, Allena sente-se só e marginalizada num mundo onde não parece encontrar lugar. Quando viaja para longe, conhece Conal, um artista deslumbrante por quem se apaixona, mas Conal sabe que o seu destino é jurar fidelidade ao amor da sua vida na noite mais curta do ano. Conseguirá ele aceitar que o destino controle a sua vida? Na história Em Sonhos, Flynn foi condenado a passar a eternidade num mundo de sonhos. Após muitos séculos, uma mulher surge à sua porta no meio de uma tempestade. Flynn acolhe-a e cedo desperta a paixão entre ambos. Mas a maldição que prende Flynn aos sonho pode arruinar tudo…"

Sinopse: "Morrigan Christine Parker acaba de fazer 18 anos e carrega o fardo de ser a única filha de Rhiannon MacCallan, alta sacerdotisa da deusa Epona, caída em desgraça. Morrigan passou toda a sua infância e adolescência no Oklahoma, até ao dia em que descobre a verdade sobre as suas origens. A raiva e tristeza que sente são tal que é transportada de volta para o mundo místico de Partholon.
Em Partholon sente-se marginalizada e pouco respeitada como filha de uma sacerdotisa, mas quando é confrontada com forças obscuras que desconhece, terá então de aprender a controlar os poderes que sente nascer em si para que possa cumprir — ou não — o seu destino."

NOVIDADES

Novidades | Saída de Emergência (Abril)

Sinopse: "Âmbar é o único mundo verdadeiramente real. Todos os outros mundos, incluindo a Terra, não passam de sombras que de certa forma o imitam.
Exilado na Terra desde há séculos, o príncipe Corwin acorda na cama de um hospital, sem memórias da sua existência passada. Gradualmente, descobre a verdade e é forçado a regressar ao mundo paralelo de Âmbar onde descobre que o rei Oberon, seu pai, é dado como desaparecido. Para ganhar o seu direito à sucessão do trono, Corwin terá de enfrentar realidades impossíveis forjadas por assassinos demoníacos, horrores inomináveis e os exércitos e fúria dos seus irmãos, os príncipes de Âmbar."

Sinopse: "Uma poderosa história de traição, romance e luta numa Inglaterra cheia de convulsões, sublevações e glória.
Corre o ano de 878, e o Wessex está livre de vikings. Uhtred, o filho expropriado de um senhor da Nortúmbria, ajudou Alfredo a obter a vitória, mas sente-se desgostado com a falta de generosidade de Alfredo e repelido pela insistente piedade do rei. Parte do Wessex, com destino ao Norte, em busca de vingança pela morte do pai adoptivo e para salvar a irmã adoptiva, capturada num ataque. Para tal, precisa de encontrar o seu velho inimigo, Kjartan, um lorde dinamarquês renegado
que se esconde na formidável fortaleza de Dunholm.
Uhtred chega ao Norte para se deparar com a rebelião, o caos e o medo. A sua única aliada é Hild, uma freira saxã ocidental em fuga à vocação, e a sua maior esperança reside na própria espada, com a qual construiu uma reputação formidável enquanto guerreiro. Para obter a tão desejada vingança, precisará do auxílio de outros guerreiros para confrontar os poderosos e cruéis senhores vikings do Norte."

Sinopse: "Polémicas da Igreja Católica portuguesa dos últimos 20 anos.
O pecado é tão antigo quanto a Igreja pois esta é feita de homens com as mesmas tentações e fraquezas de todos os outros. E a Igreja Portuguesa não é exceção.
Com um estilo ligeiro mas sustentado numa investigação meticulosa, Secundino Cunha revela-nos os acontecimentos que marcaram negativamente a Igreja portuguesa nos últimos 20 anos, abalando populações e incendiando o país.
Casos de padres que cederam à tentação do amor, narrativas de desventuras e vinganças, histórias de revoltas populares e fugas atribuladas por paixão que deram origem a calvários sem fim. E, claro, não poderiam faltar os famosos contos do vigário.
Venha descobrir e deleitar-se com uma Igreja Católica Portuguesa que nunca imaginou, e os desafios diários que ela enfrenta na luta eterna entre a virtude e o pecado."

NOVIDADES


Novidades | Marcador (Abril)

Sinopse: "No ano de 1918, o jovem médico tenente Nicolau Lopes Moreira regressa da Frente francesa, ferido e traumatizado, para o seio de uma família burguesa de posses e para um país marcado pelo esforço de guerra, pela eleição de Sidónio Pais e pela pobreza e agitação social e política. 
No regresso, Nicolau vê-se confrontado com uma antiga relação com Rosalinda, dançarina e amante de senhores endinheirados, e com as peculiaridades de uma família progressista.
Enquanto a Guerra se precipita para o fim e, em Lisboa, se vive a aflição da epidemia e da difícil situação política, a família experimenta o medo e perda, e Nicolau conhece um amor inesperado enquanto trava as suas próprias batalhas contra a doença e os próprios fantasmas."

Sinopse: "Os avanços tecnológicos vieram permitir a emergência de um novo tipo de influenciadores: os bloggers. 
Hoje em dia as pessoas recorrem cada vez mais a bloggers como fonte de informação e referência sobre um determinado produto, serviço ou empresa. Segundo dados do Bareme/Marktest, cerca de 1,8 milhões de pessoas visitam com frequência blogs em Portugal.
Ensinar como criar um blog, comunicar e gerar receitas é o objectivo principal deste livro que pretende reunir toda a informação essencial necessária para quem se pretende iniciar como blogger, elaborar a sua estratégia e pô-la em prática eficazmente. A perspectiva é de duas profissionais das áreas do marketing e da comunicação que ao longo das suas carreiras têm vindo a acompanhar de perto a blogosfera."

Sinopse: "Quando, após os ataques terroristas do 11 de Setembro, convidaram Lynsey Addario para fazer reportagens no Afeganistão, ela tomou uma decisão que se repetiria muitas vezes - não ficar em casa, não levar uma vida tranquila e previsível; pelo contrário: arriscar a vida, cobrir guerras e atravessar o mundo para se tornar uma das mais importantes fotojornalistas do nosso tempo.
É Isto que Eu Faço segue o seu percurso - da sua primeira câmara oferecida pelo pai aos anos de repórter local, das guerras no Médio Oriente aos campos de refugiados sírios, sempre com a fotografia como propósito, e uma ambição única que a define e a incentiva.
Enquanto mulher num ofício maioritariamente masculino, está determinada a ser levada a sério, a enfrentar a dureza da profissão e o convívio com a injustiça e a guerra."

NOVIDADES


Novidades | Chiado Editora (Abril)

Sinopse: "Elena Cam sentia que não se encaixava em Angels, sempre se sentiu uma estranha até mesmo no seu próprio corpo. Até que foi salva por um desconhecido que mudou a sua vida por completo.
Apareceu-lhe tatuagens e poderes afectando a sua vida e a dos seus amigos, Bella e os gémeos, Landon e Justin.
Aquilo que começara por parecer algo estranho e ao mesmo tempo fantástico começou a ser ameaçado por uma figura desconhecida, que a perseguiria. Seria aquele que a salvara estaria pronto para a matar? Porque daria ao trabalho de a salvar para depois a perseguir?
Ao descobrir que era uma Nephilim, metade anjo metade humana, começa a desconfiar de Ethan Fallen que mudara-se para Angels no momento em que se transformara. Ethan era um ser misterioso e apesar de ela não confiar nele, sentia-se atraída por ele. Quando Elena descobre que faz parte de uma profecia antiga, ela tem que decidir se pode sacrificar a sua vida e a dos seus amigos para apanhar a pessoa que ameaçava a sua vida."


Sinopse: "O Homem que preferiu não sentir retrata o percurso existencial do jovem pintor Sebastião que, numa autoanálise constante, evoca as memórias do menino feito homem, dotado de um excesso de sensibilidade materializada em todas as particularidades da sua essência.
Inserido na categoria de romance existencial, O Homem que preferiu não sentir conduz-nos numa viagem ao interior de nós mesmos, onde não faltam o confronto com a inevitabilidade da morte, as reflexões sobre famílias que se desestruturam e reestruturam ou as dúvidas que questionam os dogmas religiosos. A arte e a sua finalidade, a reescrita irónica de páginas da História e sobretudo as vivências de uma geração qualificada, mas desajustada à mediocridade da sociedade que os sistemas políticos teimam em perpetuar, brotam em páginas vivas de verdadeira prosa poética. É a afirmação da individualidade contra a subserviência de quem segue estandartes com sebastianismos imorredouros e por isso nos exige uma redescoberta de nós mesmos."

quarta-feira, 26 de abril de 2017

Passatempo | Exemplar "Amor às claras" de Laura Kaye

Olá! O blogue em parceria com a editora 4 estações editora/O castor de papel tem um exemplar do livro "Amor às claras" de Laura Kaye para oferecer. Este livro é a continuação de "Corações na escuridão" e ainda se encontra em pré-venda, por isso é uma novidade mesmo fresquinha.
O modo de participação no passatempo é o mesmo de sempre, contudo desta vez podem conseguir até 4 entradas extras, totalizando 5 entradas se completarem todos os passos. Parece-vos bem? Eu acho que melhor era impossível.
Sinopse: "Assombrado por uma tragédia na infância e pela perda da família, ele nunca pensou a vir encontrar o amor que partilha agora com Makenna. Mas quanto mais se enamora, mais receia o caos que certamente ocorrerá se também a perder. Quando o encontro com a família dela não corre bem, Caden coloca a si mesmo a questão de Makenna merecer alguém melhor, mais forte e pura e simplesmente mais…normal."

Continuação do livro:

Regras de participação: 

- Passatempo válido até às 23h59 do dia 15 de Maio.;
- Cada pessoa só pode participar uma vez, sendo obrigatório para validar cada participação:

  • Partilhar o passatempo publicamente no facebook;
  • Gostar da página do facebook do blog Sabores e dissabores literários (link);
  • Gostar da página da editora Castor de Papel (link);
  • Visitar o site da editora.

- Para conseguirem mais quatro entradas extra neste passatempo basta:

  • Seguir publicamente o blog Sabores e dissabores literários;
  • Seguir publicamente o blog da editora 4 estações editora/O Castor de papel (link)
  • Seguir o twitter da 4 estações editora/O castor de papel (link);
  • Seguir o instagram do blog Sabores e dissabores literários (link).

- O livro será enviado pela editora;
- A editora e o blogue Sabores e dissabores literários não se responsabilizam por extraviso por parte dos ctt;
- Só serão aceites participações de residentes em Portugal Continental e ilhas dos arquipélagos dos Açores e da Madeira;
- O vencedor será escolhido aleatoriamente através do random.org e, posteriormente será anunciado aqui no blog e contactado por e-mail.


Este passatempo é promovido em parceria com a editora O castor papel/4 estações editora:

Boa sorte!

Passatempo | Exemplar "Livros do chacras" de OSHO

Olá! O blogue em parceria com a editora 4 estações editora/O castor de papel tem um exemplar d' "O livro dos Chacras" de OSHO para oferecer. O modo de participação no passatempo é o mesmo de sempre, contudo desta vez podem conseguir até 4 entradas extras, totalizando 5 entradas se completarem todos os passos. Parece-vos bem? Eu acho que melhor era impossível.
Sinopse: "Neste livro, Osho dá-nos uma perspetiva da ciência ocidental dos centros de energia subtil do corpo humano, por vezes conhecidos por “chacras”. Trata-se de uma ciência subjacente à medicina tradicional chinesa, ao Ayuverda indiano e à prática de Yoga Kundalini, entre outras disciplinas que reconhecem a ligação profunda entre a mente e o corpo.Osho mostra ainda como estes mesmos princípios se aplicam ao crescimento psicológico e ao amadurecimento humano, assim como à evolução da consciência."

Regras de participação: 

- Passatempo válido até às 23h59 do dia 15 de Maio.;
- Cada pessoa só pode participar uma vez, sendo obrigatório para validar cada participação:

  • Partilhar o passatempo publicamente no facebook;
  • Gostar da página do facebook do blog Sabores e dissabores literários (link);
  • Gostar da página da editora Castor de Papel (link);
  • Visitar o site da editora.

- Para conseguirem mais quatro entradas extra neste passatempo basta:

  • Seguir publicamente o blog Sabores e dissabores literários;
  • Seguir publicamente o blog da editora 4 estações editora/O Castor de papel (link)
  • Seguir o twitter da 4 estações editora/O castor de papel (link);
  • Seguir o instagram do blog Sabores e dissabores literários (link).

- O livro será enviado pela editora;
- A editora e o blogue Sabores e dissabores literários não se responsabilizam por extraviso por parte dos ctt;
- Só serão aceites participações de residentes em Portugal Continental e ilhas dos arquipélagos dos Açores e da Madeira;
- O vencedor será escolhido aleatoriamente através do random.org e, posteriormente será anunciado aqui no blog e contactado por e-mail.

Este passatempo é promovido em parceria com a editora O castor papel/4 estações editora:

Boa sorte!

segunda-feira, 24 de abril de 2017

Opinião | As piores intenções - Elizabeth Hoyt

Olá! Esta é daquelas opiniões de livros lidos ainda em 2016. Já tinha a opinião toda prontinha já há algum tempo, mas agora que saiu o segundo volume da série é que me lembrei que estava em falta a partilha da mesma aqui no blogue, por isso cá está ela.

Título: As piores intenções
Série: Maiden Jane #1
Autora: Elizabeth Hoyt
Editora: Quinta Essência
Edição/reimpressão: 2016
ISBN: 9789897414664
Páginas: 392

Sinopse: "Famoso pelos seus desejos selvagem e sensuais, Lazarus Huntington, Lorde Caire, anda à procura de um assassino cruel em St. Giles, o bairro da lata mais famoso de Londres. A viúva Temperance Dews conhece St. Giles como a palma da mão - passou a maior parte da vida a cuidar dos seus habitantes no lar de órfãos que a sua família estabeleceu. Agora essa casa está em risco.Caire faz uma oferta simples: em troca da ajuda de Temperance para navegar os becos perigosos de St. Giles, ele irá apresentá-la à alta sociedade de Londres para que ela possa encontrar um benfeitor para o lar. Mas Temperance pode não ser tão inocente como parece, e o que começa por ser um calculismo frio em breve se transforma numa paixão que nenhum deles pode controlar - e que pode muito bem destruir ambos."

quinta-feira, 20 de abril de 2017

Leitura do momento #12

Olá! Já faz algum tempo desde o último post sobre as minhas leituras do momento e, atualmente até estou a ler mais do que um livro, mas decidi dedicar este post apenas a este livro que promete ser muito bom e que uma novidade literária bem recente.
"Só porque tens um passado, não quer dizer que não possas ter um futuro.Mudar de escola no último ano e ser a miúda nova do liceu nunca é fácil para ninguém. Amanda Hardy não é excepção: se quiser fazer amigos e sentir-se aceite, terá de baixar as defesas e deixar que os outros se aproximem. Mas como, quando guarda um segredo tão grande?Uma história inspiradora e comovente que nos enche o coração e nos ensina que o amor mais verdadeiro e profundo nasce da coragem de sermos nós mesmos."

terça-feira, 18 de abril de 2017

Resumo mensal (Leituras e aquisições) | Março

Olá! Vá-se lá saber porquê durante o mês de Março continuei na onda dos livros em formato ebook, tendo lido apenas um livro em formato físico. Ainda bem grande, diga-se de passagem.

Leituras

 

Foi com grande entusiasmo que li o livro Bound by Vegeance (4 ★), o quinto livro de uma das séries que mais gostei de ler o ano passado, mas que infelizmente ainda não foi editada em Portugal. Há que confessar que nenhum dos livros que li desta série conseguiram ser tão bons quanto o primeiro, mas Cora Reilly vai ser sempre uma escritora a ler mal saía algo novo, por isso. Anti-Stepbrohter (4★) foi uma estreia com a autora e decidi lê-lo quando descobri que se tratava de um livro único e quando eu estava a precisar de pegar em algo mais leve. O título deixou-me um pouco de pé atrás, mas no final o livro revelou-se bem melhor que aquilo que eu esperava: tinha conteúdo e tudo levou o seu tempo para acontecer o que na minha opinião é sempre bom quando acontece. Um bocadinho por influência do mundo criado nos livros da Cora Reilly, arrisquei-me a ler Nero (1 ★) que também inicia uma série, mas não consegui levar esta leitura avante por muito tempo, ainda tentei mas isso tornou-se impossível e dei dnf no livro. 
Também li um livro que requisitei na biblioteca e que há muito queria ler: Na sombra da noite (5 ★) que foi o melhor livro lido durante este mês  e possivelmente até então, agarrou-me da forma certa e deixou-me sempre a ansiar pelo próximo capítulo. Gostei tanto do mundo criado pela autora e das personagens que mal terminei este, comecei o segundo.
Por fim, terminei uma leitura que já trazia do mês passado: O protector (4 ★), em que a autora acabou por surpreender-me bastante com este romance super doce.

Leituras (em andamento)

   
Parece impossível, mas ando com estas três leituras há imenso tempo. Demasiado, diria eu. Uma delas já terminei, outra ainda vou querer levar durante uns meses por ser basicamente um livro de textos e tenho a sensação de que vou dar dnf num destes livros porque não me estou a sentir nada tentada a voltar a pegar nele.

Aquisições

Milagre dos milagres, durante o mês de Março não fiz qualquer aquisição de livros. 

Como correu o vosso mês de Março? 

quarta-feira, 29 de março de 2017

Opinião | A cada respiração - Maya Banks

Olá! Hoje venho partilhar a minha opinião sobre um livro que terminei de ler há relativamente pouco tempo. Tenho de admitir que ele me surpreendeu, depois da minha primeira experiência com a autora estava receosa de encontrar a mesma fórmula neste livro, mas esta leitura acabou por revelar-se uma surpresa e bem mais positiva do que eu esperava.
Quero também aproveitar para agradecer à editora por me ter cedido um exemplar do livro!

Título: A cada respiração
Autora: Maya Banks
Editora: HarperCollins
Edição/reimpressão: 2016
ISBN: 9788416502660
Páginas:
Sinopse: "Eliza Cummings libertou-se de um monstro que a aterrorizava quando era uma adolescente inocente e ajudou a pô-lo atrás das grades para sempre. Ninguém, nem mesmo as pessoas mais próximas, conhece os seus segredos mais sombrios. Aceitou um emprego na Devereaux Security Services e dedicou todo o seu tempo a combater o que quase a destruiu. Mas, agora, o assassino arranjou uma forma de ser libertado e é apenas uma questão de tempo até a encontrar. A única coisa que pode fazer é afastar o monstro das pessoas que ama.
Wade Sterling viveu sempre segundo as suas próprias regras e nunca deixou que alguém se aproximasse o suficiente para ver o homem que se esconde por trás da máscara impenetrável, mas há uma mulher que ameaça o seu controlo férreo. Pôs-se à frente de uma bala destinada a Eliza, mas não foi a bala que lhe atingiu o coração, foi a coragem de uma mulher que antepõe a sua vida à dos outros.
Quando Wade vê que está assustada, sabe que algo está muito mal, pois Eliza não teme nada. Assim, quando Eliza tenta acabar com aquele monstro, os seus instintos mais básicos vêm à superfície. Talvez ela não saiba, mas pertence-lhe. Desta vez, não será Eliza a protetora, mas a protegida. E enquanto ele respirar, ninguém magoará a mulher que ama."


Opinião: A cada respiração é o quarto livro da série Slow Burn, pormenor que eu só descobri pouco depois de começar a ler este livro. Falha minha, grande falha minha!
    Sou daquelas pessoas que quando lê uma duogia, trilogia ou série mais longa gosta de fazê-lo por ordem, por isso descobrir que estava a ler o quarto livro de uma série sem sequer ter pegado nos volumes anteriores foi algo que me deixou desde logo apreensiva, embora tivesse pesquisado e lido que os livros podiam ser lidos de forma individual. Creio que o que me confundiu e fez com que não soubesse desde logo que estava a ler o quarto de livro de uma série foi o facto desta ter começado a ser editada por uma editora, mas depois passar a ser editada por outra.
    Este livro conta a história de Eliza que tenta viver tranquilamente a sua vida depois de tudo aquilo que passou com o seu ex-namorado e tê-lo visto ir para a prisão. Tudo está a correr nos conformes até ao dia em que ela recebe um telefonema em que é avisada que Thomas sairá em breve da prisão devido ao seu bom comportamento dentro da mesma.
    Eliza sabe de antemão que é impossível viver em paz a partir do dia em que Thomas meter os pés fora da prisão, por isso decide embarcar numa missão suicida e tentar fazer justiça pelas próprias mãos.
    De todas as pessoas que podiam ajudá-la ou evitar que ela cometa possivelmente um dos maiores erros da sua vida, aquela que decide ajudá-la é Wade, um homem que está presente no ciclo de amigos da Eliza, que levou um tiro por ela, mas que ela tem quase a certeza de que não a grama por nada deste mundo, mas talvez esteja enganada. Wade é um homem de ideias fixas, sempre atento aos pormenores e pronto a proteger todos os que o rodeiam, sendo portanto a pessoa ideal para manter Eliza a salvo e tão quieta quanto possível.
    É a partir daqui que toda a história se desenrola e tenho a dizer que apesar deste ser o quarto livro de uma série, consegui estar a par dos pormenores fundamentais para conseguir entender a história porque a autora vai-nos contando os detalhes imprescindíveis à historia à medida que ela se desenrola o que é muito bom.
    Foi bom ver a escritora escrever algo num registo diferente porque este não é apenas um livro erótico como é hábito nesta autora, este livro junta ainda policial/thriller e as personagens têm poderes paranormais o que achei interanssítimo sendo inserido neste contexto todo.
    Confesso que uma das coisas que mais gostei neste livro foi as personagens e a forma como não só Wade, mas toda a equipa da Devereaux Security Services, que é onde Eliza trabalha, se dedicou a protegê-la independemtne das consequências. Esta foi a prova mais do que viva que com ou sem família, temos a hipótese de escolher devidamente os nossos amigos e formar a nossa própria família, não de sangue, mas do coração.
    Também gostei muito do romance deste livro, mas houve algo nas personagens que não me deixou 100% cativada, embora reconheça que estão bem construídas e a história seja boa, sinto que faltou alguma coisa. Uma coisa que gostei bastante foi o facto do vilão da história ter poderes psíquicos e desse modo conseguir manipular as suas presas, digam o que disserem isso tornou a personagem ainda mais interessante.
    Uma das coisas que destaco de forma mais positiva neste livro é definitivamente a sua escrita. Já tinha tido oportunidade de ler algo da autora anteriormente, mais precisamente a série Breathless, da qual não fiquei particularmente fã porque achei-a sem conteúdo para além das quatro paredes, mas nesta série a autora conseguiu ir mais além e dar-nos história e corpo às suas personagens e foi muito mais cuidada na escrita e em algumas das descrições feitas. Sinto que não se focou só na relação sexual do casal o que é muito positivo, sem dúvida alguma.
    Apesar de ter sentido que faltou algo, vou querer ler os livros seguintes se tiver oportunidade e até mesmo os anteriores porque talvez seja esse algo que faltou.

Classificação: 

Playlist:

Esta leitura teve o apoio da editora HarperCollins que me enviou um exemplar em troca de uma opinião sincera.
        

sexta-feira, 24 de março de 2017

Resumo mensal (Filmes e séries) | Fevereiro

Olá! Em Fevereiro não segui qualquer série, contudo consegui ver três filmes, sendo dois deles relativamente recentes o que me deixa muitíssimo feliz.

Filmes

Fifty Shades Darker (2017) foi visto no cinema no dia nos namorados como eu tanto queria! Já li estes livros há tanto tempo que sinceramente já não me lembrava de muitos dos detalhes, mas isso foi acabou por tornar-se algo positivo porque existiram coisas que aconteceram no filme e que eu não esperava por já não ter este livro fresquinho na memória. No geral achei que a adaptação está muito boa, melhor que o primeiro filme, senti que os atores evoluíram e entregaram-se mais neste segundo filme. Adivinhem só, fiquei com vontade de reler a trilogia e talvez até o venha a fazer este ano.
The Edge Of Seventeen (2016) foi um filme com o qual me deparei um pouco ao acaso e só decidi vê-lo quando me apercebi que ele tinha como artista principal a Hailee Steinfeld. Gosto do seu registo musical e fiquei curiosa para ver como é que ela se saía no grande ecrã e acho que esteve muito bem. Gostei da forma como ela deu corpo à personagem e a forma como encarou os típicos dramas adolescentes. Este é daquele género de filmes de sábado à tarde, mas com algum conteúdo à mistura!
Transformers 4 (2014) foi outro filme que vi um pouco por acaso quando soube que ele ia passar na televisão. Já tinha visto o primeiro e o segundo filme, mas nunca me deu muito para ver o terceiro,q quanto mais este quarto, isto tudo porque resolveram mudar alguns dos atores, pormenor que não gostei muito. Contudo foi um filme razoável dentro daquilo que se pode esperar neste género de filmes. Qual não foi o meu espanto quando percebi que vai haver um quinto filme.