quarta-feira, 18 de janeiro de 2017

Opinião | Confia em mim - Jennifer Armentrout

Olá! Depois de tanto tempo desde a publicação do primeiro livro desta série, "Espero por ti" que já tem opinião no blog e que podem ler aqui, confesso que não esperava que voltassem a investir nesta série, mas felizmente fizeram-no e espero sinceramente que também estejam a pensar em publicar os restantes porque esta é uma aposta que vale mesmo a pena fazer!

Título: Confia em mim
Autora:  Jennifer L. Armentrout
Editora: 5 sentidos
Edição/reimpressão: 2016
ISBN: 978-989-745-028-0
Páginas: 272
Sinopse: "Cameron Hamilton está habituado a ter o que quer, especialmente no que toca às mulheres. No entanto, quando Avery Morgansten irrompe na sua vida, finalmente conhece alguém que consegue resistir aos seus encantos. A distância que a rapariga impõe entre os dois constitui um desafio perturbador e excitante, que o intempestivo jovem não tarda a abraçar. Só que Avery tem demasiados segredos, dilemas sombrios que a impedem de admitir os seus verdadeiros sentimentos por Cam.
Será que a persistência, e algumas bolachas caseiras deliciosas, vão ajudar Cameron a quebrar todas as barreiras e ganhar a confiança de Avery? Ou será que os segredos que ambos guardam os afastarão em definitivo, deitando a perder a primeira e derradeira oportunidade de um tipo de amor que dura para sempre?"



Opinião: Neste livro podemos ver a continuação da história de Cameron e Avery ou melhor dizendo, podemos ver como tudo começou, mas sob a prespetiva masculina.
   A história é precisamente a mesma, mas neste livro são descortinados determinados pormenores sobre a vida de Cameron e a sua relação familiar que não temos oportunidade de conhecer ao pormenor no primeiro livro, principalmente a forma como ele lida com algumas coisas mal resolvidas do passado e como a sua família está ou não envolvida nisso.
   Foi bom também podermos conhecer um pouco melhor este protagonista que tantos corações abalou em Espero por ti, mas creio que o melhor foi perceber como é que ele se sentia a cada aproximação e investida que fazia para chegar onde queria e como reagiu de facto quando descobriu o grande segredo de Avery, não sendo um segredo fácil de gerir e aceitar.
     Para quem leu o primeiro livro já sabe o que esperar, o que tira um bocado o elemento surpresa da história e acaba por tornar este livro mais fraco em comparação com o primeiro, isto na minha opinião, claro. Sou daquelas pessoas que nunca lê a mesma história duas vezes quando a única diferença entre elas é o narrador, contudo nesta história tive mesmo que arriscar fazê-lo e embarcar nesta leitura uma vez que gostei tanto do primeiro livro. E só vos posso garantir que foi bom voltar a estes personagens e a este amor de fazer cair o queixo.
     Este foi, possivelmente, dos casais literários que mais tive o gosto e o prazer de conhecer, por isso será sempre uma delícia reler estes livros sempre que me apeteça algo para me aquecer o coração. Foi bom voltar aos pequenos almoços recheados de ovos cozidos e de bolos, mas melhor ainda foi regressar à velha conquista de Cameron por um simples "sim" da Avery. Não foi nada fácil!
     A escrita da autora continua a ter algo que me prende de forma constante e os diálogos são aquilo que torna a narrativa ainda melhor!
     Como já disse, apesar de achar que este livro não acrescenta nada de novo ao anterior, não deixa de ser uma leitura que vale muito a pena fazer para todos aqueles que leram o primeiro e tal como eu, apaixonaram-se!
      Só um pormenor: fico feliz por terem optado por não colocar qualquer bolinha vermelha no canto superior deste livro, porque de facto só induzia alguns leitores a erro.

Classificação: 

Playlist:


Opinião do livro anterior:


Esta leitura teve o apoio da Porto Editora que me enviou um exemplar em troca de uma opinião sincera.

sábado, 14 de janeiro de 2017

Desafios e objetivos literários | 2017

Olá! Com 2017 já em andamento, decidi que já era mais do que hora de vir partilhar convosco os meus desafios e objetivos literários para este novo ano.
Uma vez que 2016 não correu como o esperado, decidi meter-me em menos aventuras este ano e limitar-me a participar naqueles desafios que sei que faz mesmo ideia eu participar tendo em conta algumas das leituras que pretendo fazer ao longo do ano.

Desafio Goodreads
Mesmo não tendo conseguido ler os 50 livros a que me propus em 2016, decidi manter a fasquia para 2017.

Iniciar, continuar e/ou terminar as séries na estante
À semelhança do que aconteceu o ano passado quero ver se diminuo a quantidade de séries na estante porque, honestamente, são tantas que cheguei a um ponto que não sei se ainda quero ler algumas delas ou não. Por isso, decidi participar neste desafio Baixar as Sagas/trilogias e Séries que tem na Pilha que está a decorrer no grupo do goodreads Vamos baixar a pilha de livros.

Ler calhamaços
Vou selecionar 5 calhamaços que tenha estante, isto é livros com mais de 500 páginas, e lê-los durante este ano de 2017. Este é outro desafio promovido pelo grupo do goodreads acima referido

Ler livros da TBR
Livros na TBR é uma coisa por de mais, vão aumentando de mês para mês e de ano para ano, vou sempre tentando adquirir livros que tenho na wishlist há demasiado tempo em boas promoções mas depois na hora de pegar neles, metem-se sempre outros tantos à frente. Por isso, em 2017 o objetivo continua a ser ler livros da minha TBR, adquiridos até ao mês de Dezembro de 2016.
Neste sentido, estou a participar no desafio Abaixo a pilha que está a decorrer no grupo do goodreads Maratonas, desafios e leituras conjuntas.

Leituras lusitanas
Continuo a querer investir em autores portugueses, por isso também estou a participar neste desafio promovido pelo grupo acima referido.

Reduzir o número de aquisições
Bem, isto é daqueles desafios que quero ir fazendo e melhorando aos poucos, porque não é fácil. Ainda não sei como é que vou ter sucesso nesta parte, mas já pensei em fazer qualquer coisa como ler 3 livros da TBR e ter a liberdade de comprar 1, mas ainda não sei, mas a verdade é que existem sempre aquelas novidades literárias que não consigo deixar passar ao lado.

Ler livros da biblioteca
Isto é um hábito que quero ir enraizando cada vez mais, não só em 2017 mas para o resto da vida.

E vocês, que objetivos literário têm para 2017 e quanto livros vão querer ler durante este ano?

terça-feira, 10 de janeiro de 2017

Novidades | Saída de Emergência


Sinopse: Durante séculos, os Outros e os humanos viveram lado a lado numa paz precária. Mas quando a Humanidade ultrapassa os seus limites, os Outros terão de decidir o que estão dispostos a tolerar.
Desde que os Outros se aliaram às Cassandra Sangue, os frágeis mas poderosos profetas humanos que estavam a ser explorados pela sua própria espécie, tudo se transformou na relação entre humanos e os Outros. Alguns como Simon Wolfgard, metamorfo e líder, e a profetisa Meg Corbyn, encaram a nova parceria como vantajosa. Mas nem todos estão convencidos. Um grupo de humanos radicais procura usurpar terras através de uma série de ataques violentos contra os Outros. Mal sabem eles que existem forças mais perigosas e antigas que vampiros e metamorfos e que estão dispostas a fazer o que for necessário para proteger o que lhes pertence…

Sinopse: Na família Montgomery, Ryder é o irmão mais difícil de decifrar e é conhecido pelo seu feitio antissocial, mas quando deita mãos ao trabalho, nenhuma mulher resiste ao seu apelo sensual. Exceto Hope Beaumont, a gerente que trabalha para ele no Hotel Boonsboro.
Como ex-gerente de um hotel em Washington, Hope está habituada a excitação e glamour, mas isso não a impede de desfrutar dos prazeres de viver numa pequena cidade. Alcançou tudo o que queria — exceto na vida amorosa. A sua única interação com o sexo oposto são as constantes lutas com o exasperante dono, Ryder Montgomery. Mas ninguém consegue negar a química entre eles… que se incendeia ainda mais com um beijo na noite do Ano Novo.
Quando tudo parece estar a correr bem no hotel graças à experiência de Hope, e surge no horizonte a promessa de felicidade, o seu passado na cidade regressa e faz-lhe uma visita indesejada. Ao ver Hope tão vulnerável, Ryder terá de decidir entre deixar-se afetar pelo passado ou ceder à paixão…


Sinopse: No século de ouro dos Descobrimentos, quando Lisboa era a capital das riquezas exóticas, viveu a mais rica, culta e fascinante princesa da Europa: Leonor de Lencastre. Esta é a sua história.
Em 1458 nasceu uma formosa infanta a quem chamaram Leonor. Destinada a ser rainha, a jovem cresceu e transformou-se na mais notável monarca que reinou em Portugal. Mas se a sua vida é uma inspiração, também foi um rosário de tragédias.
Casou com o primo, D. João II, mas o casamento não foi feliz. O Príncipe Perfeito passou o reinado em conflito com a nobreza que o tentou assassinar. A alegria por ver o marido sobreviver foi destroçada quando o seu próprio irmão é acusado de traição e morre às mãos do rei.
Mas a maior tragédia da sua vida chega quando o filho morre de forma suspeita. Acidente ou atentado? Na terrível dor de uma mãe que perde o filho, Leonor nem teve o apoio que esperava do rei: D. João II estava mais preocupado em colocar no trono o filho bastardo que tivera com outra mulher.

Sinopse:  A maior aventura do universo começa quando o mundo acaba.
Segundos antes de a Terra ser destruída para dar lugar a uma auto-estrada intergaláctica, o jovem Arthur Dent é salvo pelo seu amigo Ford Prefect, um alienígena disfarçado de actor desempregado e que se encontra a trabalhar numa nova edição do Guia Para Quem Anda à Boleia Pela Galáxia.
Juntos, viajam pelo espaço na companhia do presidente da galáxia (ex-hippie, com duas cabeças e três braços), Marvin (robô paranóico com depressão aguda), e Veet Voojagig (antigo estudante obcecado com todas as canetas que comprou ao longo dos anos). Onde estão essas canetas? Porque nascemos? Porque morremos? Porque passamos tanto tempo entre as duas coisas a usar relógios digitais?
Se quer obter estas respostas, estique o polegar e apanhe uma boleia pela galáxia.