quarta-feira, 14 de junho de 2017

Devaneios | Quando o blog sofre as consequências da nossa vida pessoal

Já há algum tempo que ando para escrever um testamento aqui no blogue ou quase. Foram imensas as vezes em que o comecei e não o cheguei a terminar, mas decidi que desta vez iria ter que escrevê-lo do início ao fim porque já faz um tempo que sinto que estou em falta com vocês, com o blogue.
Quando dei início ao blog estava numa fase boa da minha vida, a terminar a escola, a estagiar e depois de não conseguir entrar na única licenciatura que queria, enveredei no mercado do trabalho e a vida adulta começou. Começou mesmo. Entretanto surgiu oportunidade de passar de um trabalho a part-time para um a tempo inteiro, mas muito mais exaustivo, é basicamente um trabalho de Terça a Domingo o que significa que fins-de-semana nem vê-los e o facto de a folga ser só uma só faz com o que o cansaço se acumule. A rotação de turnos semanalmente facilita as coisas, mas a verdade é que no pouco tempo que acabo por ter livre aproveito para descansar ou simplesmente relaxar, o que umas vezes implica pegar num livro, mas noutras não. No meio disto tudo existe aquela vontade de atualizar o blog, mas isso acaba por ser uma coisa que é constantemente adiada devido à minha falta de vontade de estar em frente ao computador e creio que isso tornou-se óbvio pela escassez de posts que tem havido por estes lados.
Bem, deixando de divagar pela minha vida pessoal, o que quero realmente dizer-vos é que iniciei este projeto com o intuito de partilhar as minhas opiniões sobre livros, filmes, séries e tudo o que esteja relacionado com isso, assim como ter oportunidade de comunicar com pessoas pelo mesmo gosto que eu: ler. Desde o início que isto é puro entretenimento e para mim não faz sentido que seja de outra maneira, por isso quando comecei a fazer uma grande pressão sobre mim mesma para postar e ler, ler e ler para ter conteúdo para o blog, mesmo quando me apetecia fazer qualquer outra coisa, decidi dar uma pausa e é isso que tenho vindo a fazer gradualmente. 
Este projeto é a coisa mais bonita que eu já tive oportunidade de criar porque é meu, é o meu bebé, que tenho visto crescer aos poucos, tenho conseguido estabelecer algumas parcerias, tenho tido oportunidade e a sorte de ler excelentes livros e de seguir blogues igualmente maravilhosos.
Isto tudo para dizer que vou voltar. Sei que tenho falhado com uma enormidade de pessoas: com quem segue o blog, com as editoras parceiras porque algumas vezes demoro a ler e publicar as respectivas opiniões dos livros que me são enviados, com as divulgações de novidades e até mesmo com todos os blogues que sigo que nem isso tenho conseguido fazer.
Concluindo, estou a tentar meter as coisas em ordem, a minha própria cabeça em ordem, para em breve voltar com o ritmo que eu queria. O ideal para mim seriam três posts por semana, vamos lá ver se isso se torna possível. Isso implica tirar muitas fotografias para meter as coisas em dia. escrever umas quantas opiniões que tenho em atraso e meter algumas ideias que tenho tido em prática.
E é isto. Organização será a palavra chave e estou a torcer para que tudo dê certo. Se depois desta instabilidade no blog ainda existe quem o segue é uma incógnita para mim, mas vou continuar a investir o meu tempo nele, pelo menos enquanto isso fizer sentido para mim e na minha vida.

Sem comentários:

Enviar um comentário