sexta-feira, 22 de setembro de 2017

Série | Midnight, texas (Temporada 1)

Olá! Meu deus, como assim não faço uma opinião de filmes e série há mais de meio ano? Atualmente tenho andado a ver mais filmes e a investir algum tempo em séries novas por isso vou tentar ir partilhando as opiniões daquelas que achar mais atuais e pertinentes aqui no blog.

Título original: Midnight, texas
Ano de estreia: 2017
Elenco: François Arnaud, Dylan Bruce, Parisa Fitz-Henley, Arielle Kebbel, Jason Lewis, Peter Mensah, Sarah Ramos, Yul Vazquez e Sean Bridgers.
Género: Suspense, drama e fantasia.
Sinopse: "Midnight é uma cidade remota no meio do Texas que serve de abrigo para diversos tipos de desajustados, de assassinos de aluguer a vampiros, passando por médiuns, lobisomens e vampiros. Os cidadãos encontram uns nos outros a aceitação que o resto do mundo sempre lhes recusou quando as ameaças externas á cidade os levam a se unir cada vez mais."

terça-feira, 19 de setembro de 2017

Novidades (Setembro) | Saída de Emergência

Sinopse: "Harper McFadden construiu a sua reputação como jornalista de investigação ao ser compassiva mas destemida. Depois de a tragédia atingir a sua família, muda-se para as margens do lago Tahoe em busca de paz. Mas quando o misterioso magnata de software Jacob Latimer entra na sua vida, os seus pensamentos deixam de se focar na sua recuperação para se centrarem num desejo insaciável de estar com ele. Jacob é um homem que construiu o seu império do nada. Os rumores que envolvem a sua ascensão ao poder são abundantes e ninguém sabe os segredos que esconde no seu passado. Harper seria a última pessoa que ele deixaria entrar na sua vida: ela é a única que pode expor as suas origens ocultas. Mas Jacob conhece aspetos do passado de Harper que o atraem irresistivelmente. A única coisa que ele quer é torná-la sua – e Jacob é um homem que consegue sempre o que quer…"

Sinopse: "Na famosa Escola de Magia de Watford, Simon desempenha um papel especial: ele é o Escolhido, aquele que irá salvar todos do Mal. Mas a verdade é que, metade das vezes, Simon não consegue fazer a sua varinha funcionar, e, na outra metade, pega fogo a tudo. O seu mentor evita-o, a sua namorada deixou-o, e existe um monstro que se alimenta de magia e que utiliza o rosto de Simon. Para piorar as coisas, Baz, a némesis irritante de Simon, desapareceu. Só pode estar a preparar alguma! Carry On – A História de Simon Snow está repleto de fantasmas, amor, mistérios. Tem exatamente a quantidade de beijos e de conversa que seria de esperar numa história de Rainbow Rowell – mas muito, muito mais monstros."

Sinopse: "Atenção: o perigo está à espreita perto destas mulheres!
Se procura um livro em que mulheres infelizes ficam a choramingar de pavor enquanto o herói masculino combate o monstro ou choca espadas com o vilão, este livro não é para si. Aqui encontrará mulheres guerreiras que brandem espadas, intrépidas pilotos de caças, formidáveis super-heroínas, femmes fatales astutas e sedutoras, feiticeiras, más raparigas duronas, bandidas e rebeldes, sobreviventes endurecidas em futuros pós-apocalípticos, rainhas altivas que governam nações e cujas invejas e ambições enviam milhares para mortes macabras, mulheres que não hesitam em assumir a liderança para defenderem aquilo em que acreditam."


terça-feira, 5 de setembro de 2017

Resumo mensal (Filmes e séries) | Julho

Olá! Depois do resumo mensal das minhas leituras e aquisições, é a vez de trazer os filmes e séries vistos. Se em leituras a coisa esteve bem fraco, a nível de filmes melhorou um pouco para compensar os meses anteriores.

Filmes

     
Brincadeiras perigosas (2007) - Este filme, segundo aquilo que consegui perceber depois de o ver, é um remake de um filme de 1997 que eu desconhecia completamente. Este filme é um tanto ou quanto perverso por toda a história, inicialmente pensei que se tratava de um filme de terror, mas não. A forma como os artistas principais interagem com a própria câmara supostamente a falar para os telespectadore torna tudo ainda mais arrepiante.
Sunshine - Alerta solar (2007) - Não há muito que possa dizer sobre este filme, foi bom para entreter, mas não posso dizer que tenha sido nada por aí além. Mais um daqueles típicos filmes em que são feitos sacríficios em prol do Planeta Terra.
Sem identidade (2011) - Normalmente gosto bastante dos filmes que têm o Liam Neeson como artista principal e com este filme as coisas não foram diferentes. Este filme segue mais ou menos o mesmo registo dos outros filmes feitos pelo ator. 
A mulher maravilha (2017) - Este foi uma verdadeira surpresa. Quando fui vê-lo ao cinema não esperava gostar tanto, mas dos poucos filmes que já tive oportunidade de ver da DC, posso dizer que a qualidade destes têm vindo a melhorar significativamente. O último que saiu também tinha ido ver ao cinema e também tinha adorado. Mas ver este com uma mulher como heroína foi muito bom e aquele final eu não esperava. Mesmo! Foi de partir o coração e foi bom para fugir um pouco ao cliché do costume.
E vocês, que filmes e séries viram no mês de Julho?