Opinião | Chama-me de J. Kenner

Olá! Começando por dizer que este livro desilidiu-me um bocadinho. Já tinha tido oportunidade de ler mais livros da autora e recordo-me perfeitamente do quanto gostei deles e, desde aí achei que esta seria umas das minhas autoras de referência para este género literário, por isso não pensei duas vezes e adquiri os dois livros desta trilogia dela em promoção, mas honestamente arrependi-me um pouco da compra por impulso que foi. Se tivesse comprado apenas o primeiro volume e só depois de o ler fosse comprar o segundo, certamente não cairia no erro de o comprar sequer, mas uma vez que o tenho terei que arriscar e ler para tirar as minhas próprias conclusões.


Título: Chama-me
Série: Stark International Trilogy #1
Autora: J. Kenner
Editora: Topseller
Edição/reimpressão: 2016
ISBN: 9789898831613
Páginas: 352
Sinopse: "Ele é o único homem que a fez sentir-se viva.Mas também é aquele que a poderá destruir.
Sylvia Brooks, assistente pessoal de Damien Stark, não vai deixar que nada nem ninguém atrapalhe o seu primeiro grande projeto imobiliário, mesmo que isso signifique ter de pedir ajuda ao homem que jurou nunca mais querer encontrar.
Jackson Steele tornou-se um dos mais famosos e desejados arquitetos, mas não consegue tirar Sylvia do pensamento, bem como o facto de ela o ter abandonado após um caso escaldante entre os dois. Magoado e com desejos de vingança, ele só aceitará ajudá-la com uma condição: tê-la na sua cama, possui-la por completo.
Determinada a fazer quase tudo por aquele projeto, que poderá ser decisivo para a sua carreira, Sylvia terá de decidir se arrisca os seus mais profundos e íntimos desejos, cedendo o controlo do seu corpo, e talvez até da sua alma, ao único homem que poderá significar a sua salvação - ou a sua perdição."

Opinião: Este livro conta-nos a história de Sylvia, assistente pessoal de Damien (um empresário de grande sucesso), que tem a possibilidade de trabalhar no seu primeiro projeto imobiliário com dimensões consideráveis, mas para conseguir levar o projeto à frente terá que recorrer à ajuda de uma pessoa do seu passado: Jackson Steele - um arquiteto muito reconhecido pelo seu trabalho de excelência. Pior que ter que pedir a ajuda a Jackson, é mesmo fazê-lo ceder perante algo que irá beneficiá-la depois de o passado tumultuoso que os une. Em tempos, os dois tiveram um caso, mas Sylvia acabou por fugir quando se viu confrontada com os seus demónios do passado mal resolvido.
     Num primeiro momento tudo o que Jackson pensa quando a Sylvia vai ao seu encontro é vingar-se. Acaba por aceitar ajudá-la, mas em troca ela terá que ficar à sua mercê a fim de sofrer pelo que o fez passar no passado quando ela decidiu desaparecer sem avisar, nem deixar rasto, mas depressa o desejo de vingança se dissipa quando os sentimentos acabam por vir à tona e ambos se vêem novamente embargados numa relação claramente escaldante.
    Ao longo do livro todo é notória a evolução das nossas personagens, principalmente da Sylvia que em conjunto com Jackson acaba por conseguir expor os seus problemas do passado de modo a conseguir ultrapassá-los e isso para mim foi um dos pontos fortes do livro, sem sombra de dúvidas. A forma como a autora explorou o passado dela que é um tema bem delicado, contudo a certa altura a autora quase que nos ia a integrar a família dela na história, mas acabou por não fazê-lo se bem que eu gostaria imenso de saber como é que ficou aquela família depois do sucedido, principalmente a relação dela com um dos seus progenitores. Também gostaria de ter tido a oportunidade de conhecer mais sobre o passado de Jackson que também dava pano para mangas, contudo foi algo que por opção da autora só foi revelado mais para o fim e que certamente será mais abordado nos restantes livros da trilogia.
     Embora se trate claramente de um livro erótico, as cenas de sexo são excessivas e chegam a ser aborrecidas. É sempre mais do mesmo e a certa altura do livro torna-se um tanto aborrecido com tanto sexo, a sério!
      No fundo, foi um livro do qual eu gostei particularmente das personagens devido à forma como elas estão construídas, contudo achei que a carga sexual do livro é de tal forma excessiva que acaba por tornar a história em algo demasiado banal e sexual.
      Uma vez que tenho o segundo volume na estante, vou querer lê-lo na esperança de que as coisas melhorem, de que haja mais conteúdo e de que fique a conhecer um pouco mais sobre o passado de Jakson.

Playlist:

Classificação: 

You May Also Like

Sem comentários: