sexta-feira, 2 de dezembro de 2016

Opinião | O conto da ilha desconhecida - José Saramago

Olá! Hoje trago mais uma opinião de uma leitura que foi feita para o projeto Ler os nossos. Espero sinceramente ter a oportunidade de ler mais coisas deste autor em breve.

Título: O conto da ilha desconhecida
Autor: José Saramago
Edição/reimpressão: 1997
Páginas: 67
Sinopse: "Um homem vai ao rei e lhe pede um barco para viajar até uma ilha desconhecida. O rei pergunta como pode saber que esta ilha existe, já que é desconhecida. O homem argumenta que assim são todas as ilhas até que alguém desembarque nelas. Este pequeno conto de José Saramago pode ser lido como uma parábola do sonho realizado, como um canto de otimismo em que a vontade ou a obstinação fazem a fantasia ancorar em porto seguro."

Opinião: O meu primeiro contacto com este autor foi na Secundária quando me fizeram ler o Memorial do Convento que confesso ter lido muito por alto, porque sinceramente naquela altura não consegui apreciar devidamente o autor e a sua escrita, isso é um ponto assente. Mas sempre tive ciente na ideia de que um dia mais tarde iria querer reler este autor e conseguir gostar e não sei bem como este mês deu-me para pegar neste conto dele.
    Vi tanta gente a ler este conto para o projeto Ler os nossos que decidi também eu fazê-lo e gostei tanto, mais do que esperava.
    Um conto curtinho mas com uma mensagem enorme e com grandes lições de vida a reter. Neste conto temos a história de um homem que vai ao rei pedir um barco para poder viajar para a ilha desconhecida e a pergunta mais óbvia é como é que ele sabe da existência dessa ilha tida como desconhecida e a partir daí decorre a ação e um conjunto de momentos que fazem esta história belíssima.
     De todas as mensagens que este conto me passou a mais importante a reter é que nunca devemos deixar que ninguém nos diga o que fazer e no que acreditar e, que os sonhos existem para ser explorados e vividos à nossa maneira. Não desistir é e deve ser sempre uma das palavras chave da vida.

"Gostar é provavelmente a melhor maneira de ter, ter deve ser a pior maneira de gostar." 
Pág: 6
Classificação: 


Playlist:
Quem desse lado é fã de José Saramago?

2 comentários:

  1. Olá!
    Desconhecia por completo este conto de José Saramago. Não é muito falado.
    Parece muito bom. Embora não seja mega fã do autor quero muito ler. Gosto de ler o que escreve, embora por vezes seja difícil a sua leitura.
    Beijinhos e boas leituras

    ResponderEliminar
  2. Olá
    Do autor ainda só li O Memorial do Convento, também para o secundário, e até gostei na altura, mas nunca mais voltei a ler nada, embora tenha muita curiosidade em alguns livros. Este conto parece muito bom :)
    Beijinhos

    ResponderEliminar