terça-feira, 23 de fevereiro de 2016

Opinião | Amor e chocolate - Dorothy Koomson

Olá! Hoje é dia de trazer-vos a minha opinião sobre o primeiro livro que li da autora Dorothy Koomson, uma autora que há muito queria ler e conhecer. O ano passado comprei dois livros da autora, mas não cheguei a lê-los ao longo do ano, por isso decidi que Janeiro isso ser o mês de me estrear finalmente com esta autora e devo desde já dizer que fiquei fã.
Nome: Amor e chocolate
Autora: Dorothy Koomson
Editora: Porto Editora
Edição/reimpressão: 2013
ISBN: 978-972-0-04112-8
Páginas: 416
Sinopse: "UMA HISTÓRIA DELICIOSA DE AMOR, LUXÚRIA E CHOCOLATE.
Amber Salpone não queria sentir-se atraída pelo amigo Greg Walterson, mas não consegue evitar. E, de cada vez que a atracção se concretiza em algo mais, a aventura secreta fica mais perto de se tornar numa relação séria, o que, sendo ele um mulherengo e tendo ela fobia ao compromisso, constitui um grande problema.
Enquanto Amber luta para aceitar o que passou a sentir por Greg, apercebe-se também de que ela e Jen, a sua melhor amiga, estão cada vez mais afastadas. Pouco a pouco, à medida que as duras verdades das vidas de todos vão sendo reveladas, Amber tem de enfrentar o facto de o chocolate não curar tudo e, por vezes, fugir não é opção…"
Opinião: Bem, já tinha este livro na estante há quase um ano e a minha vontade de ler qualquer coisa da autora tornava-se cada vez maior, então na altura de escolher a minha próxima leitura durante o mês de Janeiro, peguei neste e deu tudo certo. Muito certo.
    Este livro conta-nos a história de Amber, uma mulher na casa dos 30 anos, com uma melhor amiga bem distinta de si, Jen. As duas são melhores amigas desde os tempos de universidade e a amizade de ambas sempre foi muito forte. Há já algum tempo que Jen namora Matt que, entretanto acrescentou a este círculo de amigos o seu melhor amigo Greg, sendo que estes quatro passam grande parte do tempo juntos, contudo nem todos os seus feitios são compatíveis.
    O início deste livro é bem engraçado e divertido, este começa na manhã seguinte a Amber ter-se envolvido com Greg, melhor amigo do namorado de Jen e Amber não sabe exatamente como agir perante aquela situação deveras constrangedora. É a partir daqui que toda a história se desenrola com uma Amber cheia de incertezas e receios e Greg repleto de certezas daquilo que quer, mas a verdade é que estas duas personagens são tão opostas que por vezes nem parece possível que as coisas entre eles funcionem.
    Temos aqui uma história repleta de amor, amizade, mas também de traições e de revelações que nos deixam boquiabertas porque nada nos prepara para aquilo para aquilo tudo. Devido a tudo o que este livro aborda e a forma como o faz, eu simplesmente adorei-o. Este livro mostra-nos da forma mais clara possível como por vezes podemos gostar muito de alguém e ser-lhes muito leal enquanto amigo, mas o sentimento pode não ser assim tão recíproco.
   De todas as personagens existe uma pela qual senti um carinho especial e da qual gostei especialmente porque em alguns – muitos - momentos me revi nela: a Amber. Uma mulher que embora já tenha 30 anos, continua a equacionar os “ses” de todas as decisões que toma, tem os seus receios, as suas inseguranças e uma lealdade para com os seus que é formidável, já para não falar no quão profissional ela é. Achei-a muito real e humana, daí que tenha gostado realmente muito dela!     Por outro lado temos o Greg que é daquelas personagens que nos fazem soltar umas boas gargalhadas, porque é daqueles tipo de rapazes que anda atrás de tudo o que é um rabo de saias e tem umas boas e quantas histórias para partilhar. Embora existam personagens pelos quais é quase impossível não nos apaixonarmos, como estes dois anteriormente referidos, existem outros que nos fazem torcer o nariz constantemente.
    A escrita da autora não é muito complexa, mas narra-nos os momentos na perfeição e tem diálogos esplêndidos que tanto nos mostram momentos divertidos, como momentos mais sérios. Um pormenor de que gostei muito e não sei se é ou não recorrente nos seus livros, foi o facto de cada capítulo ter um título que nos mete logo a divagar sobre o que será que nos espera no próximo capítulo.
   Só vos digo mais uma coisa, como o próprio nome do livro indica, este livro fala-nos tanta vez de chocolate e das seus mais variados sabores que é quase impossível uma pessoa não se sentir tentada a comer chocolate no decorrer desta leitura e achei isso deveras diferente, porque a nossa protagonista divide as pessoas que a rodeiam em várias qualidades de chocolate, dependendo do quanto gosta ou não dessas pessoas e do respetivo sabor de chocolate a que as associa.
    Posto isto, a minha avaliação deste livro é mais do que positiva, adorei-o em todos os aspectos, mas dou-lhe as 4 estrelas na classificação do goodreads porque tenho a certeza que esta autora ainda me vai surpreender muito com outros bons livros que tem.
"Silêncio. Tudo era silêncio..
Um silêncio, puro, perfeito. O tipo de silêncio a que invariavelmente se segue uma catástrofe. O tipo de silêncio, imagino, que existia antes do Big Bang que criou o nosso universo. (Ou, se acreditam em teorias criacionistas, o tipo de silêncio que se fez enquanto Deus coçava a cabeça e se perguntava se devia fazer os oceanos azuis ou cor de pêssego.)"

Pág: 25
Classificação: 

Playlist:
E vocês, já leram alguma coisa desta autora? São fãs ou nem por isso?


2 comentários:

  1. Olá!
    Pois...esta é uma autora que oiço falar há muito tempo. Mas a lista vai aumentando e vai ficando sempre para trás.
    Mas tenho muita curiosidade. Não sei se vou ler este primeiro, mas parece interessante.
    Beijinhos e boas leituras

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá,
      Eu também andei a adiar muito tempo ler alguma coisa desta autora, mas felizmente decidi ler um livro dela no início deste ano! :)
      Tenho lido que ela tem livros que falam de temas mais sérios, mas não deixei de gostar deste, embora mais leve gostei imenso dele.
      Beijinhos.

      Eliminar