terça-feira, 16 de junho de 2015

Opinião | A guerra dos tronos - George R. R. Martin

Olá! Hoje é dia de mais uma opinião, já faz um tempo desde que publiquei a última opinião pelo que, como já vos tinha dito, tenho algumas atrasadas que vou tentar ir pondo em dia. Eu sei que demoro muito com os posts de opiniões literárias, mas eu sou muito perfeccionista quando as estou a escrever, pelo que as revejo vezes e vezes sem conta e tento sempre acrescentar mais coisas à minha opinião e isso depois traduz-se nos meus atrasados com estes posts.
Este livro não tem playlist porque este foi daqueles livros que não dá para ler e ouvir música por precisa da nossa inteira atenção para que consigamos perceber todos os seus pormenores.

Título: A guerra dos tronos
Saga "As crónicas de gelo e fogo"Autor: George R. R. Martin
Editor: Saída de emergência
Edição/reimpressão: 2007
ISBN: 9789896370107
Páginas: 400
Sinopse: “Quando Eddard Stark, lorde do castelo de Winterfell, recebe a visita do velho amigo, o rei Robert Baratheon, está longe de adivinhar que a sua vida, e a da sua família, está prestes a entrar numa espiral de tragédia, conspiração e morte. Durante a estadia, o rei convida Eddard a mudar-se para a corte e a assumir a prestigiada posição de Mão do Rei. Este aceita, mas apenas porque desconfia que o anterior detentor desse título foi envenenado pela própria rainha: uma cruel manipuladora do clã Lannister. Assim, perto do rei, Eddard tem esperança de o proteger da rainha. Mas ter os Lannister como inimigos é fatal: a ambição dessa família não tem limites e o rei corre um perigo muito maior do que Eddard temia! Sozinho na corte, Eddard também se apercebe que a sua vida nada vale. E até a sua família, longe no norte, pode estar em perigo."



Opinião: Este livro começa com uma inesperada visita do rei Robert a Winterfell com o intuito de encontrar-se com Eddard Stark e fazer-lhe um proposta: convidar Eddard a juntar-se a si na corte e a ser mão do rei. Como é de esperar e na sua boa-fé, ele aceita-a e a partir daí advém uma série de acontecimentos menos felizes. Se ele aceitou o convite na esperança de obter respostas a várias questões que lhe pairavam na cabeça, depressa percebe que aceitar aquele convite não foi totalmente boa ideia, porque tanto ele, como as suas filhas se vêm perante situações complicadas, nomeadamente conflitos de ideias e interesses com a rainha. E esta é apenas a base da história e o seu início, depois disto deparamo-nos com outros acontecimentos também eles importantes.
        A narrativa vai-se alternando entre as várias famílias existentes, dando especial atenção aos Stark, aos Lannister, aos Baratheon e aos Talgaryen. Famílias distintas, mas todas elas ligadas de alguma forma.
        É difícil fazer referência a todos os personagens que constituem a história, nem mesmo a todos os principais porque ainda são alguns, mas posso dizer-vos que já adotei vários deles como meus preferidos: o Jon Snow que estou a torcer para que tenha mais destaque e nos revele mais de si nos restantes livros; a Arya que apesar de ainda ser uma rapariga jovem já começou a lutar pelos seus ideais e pelas suas ideias, fugindo por várias vezes daquilo que é esperado uma jovem da sua idade fazer e ser; o Ned Stark que é um homem íntegro e que nos mostra claramente o que é a honestidade e o amor pelos que o rodeia; o sempre sarcástico e direto Tyrion e por fim a Daeynerys que foi uma das personagens com que mais simpatizei sem saber ainda bem porque, ela é uma mulher forte e tenho a sensação de que ainda vai dar muito que falar.
       Os capítulos deste livro tornam-se muito interessantes porque cada um aborda um ponto de vista de um personagem, permitindo-nos conhecer pouco a pouco cada um dos personagens, os seus ideais e algumas das suas características. Uma vez que o livro possui um grande número de personagens acho que esta forma de dividir os capítulos se revela muito pertinente e um grande auxílio para nós enquanto leitores.
       Como penso que já tinha referido anteriormente, tive alguma dificuldade ao longo do livro em decorar todos aqueles nomes e locais porque este livro apresenta-nos uma vasta quantidade de personagens e locais distintos ao longo das suas páginas que por vezes nem temos tempo de absorver as que já nos foram apresentadas.
        Foi apenas o primeiro livro que li do autor e é ainda o primeiro da série “As crónicas de gelo e fogo” mas posso afirmar com toda a certeza que este autor é esplêndido e muito completo. Faz descrições como ninguém, em momento algum podemos achar que sabemos o que vai acontecer na próximo página porque ele é totalmente imprevisível e tem a capacidade de trocar as voltas tanto aos seus leitores como aos personagens que cria e verdade seja dita, criou um mundo complexo mas maravilhoso.

Classificação:  (5/5)

12 comentários:

  1. Olá,

    É normal que o inicio seja algo complicado pois estão sempre a aparecer pontos de vistas novos mas com o tempo começas a perceber melhor o enredo.

    Penso que será importante para definires melhor a tua opinião quando terminares o 2 livro, pois na versão original corresponde ao primeiro volume e encerra-se um ciclo que será alargado ainda mais nos seguintes, ainda assim fico muito contente que tenhas gostado é um dos meus escritores favoritos ;)

    Bjs e boas leituras

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá,
      Sim, isto com o tempo habituo-me mais à escrita deste autor.
      Já soube que dividiram cada um dos livros em dois, não entendo porque é que o fizeram, mas pronto.
      Beijinhos.

      Eliminar
  2. Olá,
    Gostei muito da tua opinião, realmente a maior dificuldade que tive neste livro foi também decorar todos os nomes e locais. Mas é uma escrita verdadeiramente brilhante George R.R. Martin é um fenómeno na literatura fantástica, ele surpreende-me em cada livro, ou melhor dizendo em cada personagem que ele constrói e também a facilidade com que as destrói.
    Beijinhos e boas leituras.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá,
      Penso que seja a maior dificuldade para alguém que lê pela primeira vez algo deste autor.Completamente, concordo plenamente com a tua opinião. Este autor é fascinante e muito imprevisível com aquilo que pode ou não vir a fazer com os seus personagens. :)
      Beijinhos.

      Eliminar
  3. Também ainda só li este apesar de ter mais dois na estante. Sigo é a série religiosamente (mais um ano de espera :/ ).
    Gosto muito da Arya, do Tyrion e do John Snow, mas como muito provavelmente já deves saber, não é uma boa saga para se ter preferidos ;)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu também quero muito começar a ver a série, mas tenho que fazê-lo quando tiver mais tempo livre porque já tem umas poucas temporadas e tenho a sensação de que começando a vê-la, não vou querer parar.
      Sim, é uma saga onde o autor é muito imprevisível, já tinha essa ideia. Tenho lido muito por aí que ele conforme constrói as personagens e nos faz adorá-las, depressa faz algo contrário ou até as mata.
      Beijinhos.

      Eliminar
  4. Olá!
    Também estou a gostar muito desta maratona. Principalmente porque estou a acompanhar a leitura com a série de televisão.
    É surpreendente!

    Beijinhos e boas leituras

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá,
      Para quem está a conseguir ler os livros e ver a série deve ser excelente para tecer algumas comparações e aperceber-se das diferenças. Eu quero muito começar a ver a série televisiva. :)
      Beijinhos.

      Eliminar
  5. Tenho que retomar a série (de livros) *sigh*
    Fico feliz que tenhas gostado tanto!
    Adoro o Ned, o Cão, o Tyrion e a Daenerys. E o Khal. E o Jaime estou a começar a gostar :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá,
      Acho que fazes muito bem em fazê-lo.
      Esta é daquelas séries em que é impossível eleger apenas um como preferido. :)
      Beijinhos.

      Eliminar
  6. Tenho-o na minha estante. Mas estou à espera de ter a saga toda para começar a pegar nos livros :)

    Acredito que, por acompanhar a série, talvez me seja mais fácil perceber quem é quem e as ligações deles, o que pode ser uma mais valia ao entendimento do livro e da história, acho eu :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Fazes muito bem, este escritor é muito bom, sem dúvida alguma!
      Ah sim, acredito que se vês a série, vai ser muito mais fácil para ti entrares na história dos livros, porque os personagens e os espaços que são referidos são muitos e para quem nunca viu a série, torna-se difícil entrar na história e decorar tudo. Por isso, vais ter uma grande facilidade nesse aspecto. :)
      Beijinhos.

      Eliminar