terça-feira, 19 de maio de 2015

Opinião | A cada dia - David Levithan

Olá! Depois de muito adiada cá está finalmente a minha opinião do livro A cada dia de David Levithan. Eu fui adiando e adiando porque nem sabia ao certo o que dizer nesta opinião e que classificação dar ao livro, mas pronto, já cá está e é isso que interessa.

Título: A cada dia
Autor: David Levithan
Editor: TopSeller
Edição/reimpressão: 2015
ISBN: 9789898800107
Páginas: 288
Sinopse: "A cada dia, A acorda no corpo de uma pessoa diferente. Nunca sabe quem será nem onde estará. A já se conformou com a sua sorte e criou regras para a sua vida:
Nunca se apegar muito. Evitar ser notado. Não interferir.
Tudo corre bem até que A acorda no corpo de Justin e conhece Rhiannon, a namorada de Justin. A partir desse momento, as regras de vida de A não mais se aplicam. Porque, finalmente, A encontrou alguém com quem quer estar a cada dia, todos os dias."




Opinião:  Já faz um tempo desde que comecei a ver algumas bloggers e youtubers falarem deste livro, deixando-me sempre com a pulga atrás da orelha e quando ele foi editado em Portugal foi a oportunidade perfeita para o ler e descobrir o porque de falarem só maravilhas sobre ele. Creio que o facto de a história ser totalmente nova e inovadora soma muitos pontos a seu favor, pelo menos no meu ponto de vista porque nunca li nada idêntico sequer. 
           O nosso protagonista da história chama-se A, tem 16 anos e desde que se lembra que a sua vida se resume a cada dia acordar num corpo diferente, seja homem ou mulher. A cada dia ele tem que procurar nas memórias do corpo em que está hospedado qual é o modo de viver daquela pessoa, procurando depois viver o dia da forma mais normal sem causar muitos problemas e claro, sem ser notado. Uma vez que A já está habituado a esta vida, decidiu criar as suas próprias regras que são três: nunca se apegar muito. evitar ser notado.não interferir 
           A história começa quando A acorda no corpo de Justin e conhece a sua namorada, Rhiannon. Ele fica maravilhado com ela praticamente desde o primeiro momento e desenvolve um sentimento ainda maior por ela quando percebe que o Justin não gosta nem metade dela do que ela gosta dele, nem lhe dá sequer o devido valor e desperta nele uma vontade de a fazer sentir-se especial, fazendo-a ter um dia inesquecível naquele dia em que está no corpo de Justin. 
           Depois daquele em que conheceu a Rhiannon, ele faz de tudo nos dias seguintes para voltar a cruzar-se com ela, usando os corpos em que habita a cada dia como meio para alcançar essa proximidade com ela. A é um adolescente ansioso por ter as suas experiências e acima de tudo, viver o seu primeiro amor, assumindo que isso é alguma vez possível. Pergunto-me como é que ele adquiriu todas aquelas competências que tem uma vez que não teve uma família fixa que lhe incutisse tais coisas, mas pronto, isso já são aqueles devaneios que fazemos depois de terminar um livro como estes que nos faz questionar tudo e todos. 
           A certa altura o livro deixou-me meio irritada porque era ele constantemente desesperado por um contacto dela e ela a querer espaço e tempo e depois de cada vez que se encontravam a conversa começava sempre por “Então?”. Okay, tenho que admitir que esse aspeto me enervava um bocado. É só um pormenor, isso é certo, mas um pormenor que não me passou ao lado. 
           Este livro permite-nos ter contactos, ainda que breves, com pessoas muito distintas: pessoas que querem cometer o suicídio, drogadas, homossexuais, transsexuais, entre outras. É portanto fácil perceber que este aborda questões sociais muito distintas mas algumas muito atuais e pertinentes.   Permite-nos estar abertos ao que nos é diferente nem que seja por breves momentos e eu tenho que dizer que achei isso fenomenal porque o que a nossa sociedade precisa é de abrir mentes e embora não seja por lerem um livro que isso aconteça, sinto-me feliz por ler um livro assim e perceber que ainda existem autores que vão além das barreiras e nos fazem ver mais além do que aquilo que conseguimos ver no nosso dia-a-dia. 
           Eu assumo que A é um rapaz, contudo terminei este livro a questionar-me sobre tal facto, porque nada disso está implícito no livro, é apenas alguém apaixonado por uma rapariga o que não implica que seja necessariamente um rapaz. Depois também acabei por levantar muitas questões sobre aquilo que ele é, porque nunca chega a ser revelado, apenas sabemos que é algo. Mas segundo andei a ler este livro vai ter continuação, por isso tenho esperança que essas questões sejam todas respondidas ou pelo menos estejam mais claras nesse próximo livro. 
           A escrita deste autor é muito acessível, é simples e fluída e este é um livro que se lê bem e num instantinho. É também um livro cheio de surpresas e que promete deixar o leitor ansioso por mais porque aquele final esperava-se, mas falta saber mais, perceber mais . Os capítulos estão divididos por dias o que acaba por revelar-se interessante. 
        Há outros pormenores da história que eu gostava de referir, mas não vou fazê-lo correndo o risco de dizer spoilers e estragar a leitura de alguém.

Classificação:  (4/5)
Playlist:


"É isto que o amor faz: dá-te vontade de reescrever o mundo. Dá-te vontade de escolher as personagens, de criar cenários, de orientar o enredo. A pessoa a quem amas senta-te à tua frente, e tu queres fazer tudo em teu poder para que seja possível, infinitamente possível. E quando ficam só vocês os dois, sozinhos numa sala, podes fingir que isto é como é, isto é como vai ser."´
Pág. 154

E vocês, já leram este livro? 

17 comentários:

  1. Olá, bom dia
    Olha já o encomendei no site wook e ainda bem pois deste 4 em 5 é mesmo bom, quero ficar com esse para mim. Adoro a capa, gostei muito do excerto que escolhes-te o amor é assim. Gostei da tua opinião, é um livro que ao que dizes aborda temáticas problemáticas da sociedade de hoje. Um tema interessante, gostei.
    Beijinhos e boas leituras.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá
      Não lhe dei 5 porque porque, mas pronto. Tenho a certeza que também vais adorar este livro, fico à espera de ver a tua opinião lá no blog. :)
      Beijinhos.

      Eliminar
    2. Olá Tânia,
      Tinha que passar por aqui depois de todo este tempo a agradecer-te e dizer que amei o livro. Mas isso tu já sabes.
      Beijinhos e boas leituras.

      Eliminar
  2. está ali na pilha de livros para ler :D

    ResponderEliminar
  3. Ois,

    Nunca li mas fica registado a tua recomendação, sempre serve para variar um pouco e muitos parabens pelo comentário ficou muito bom :)

    Bjs e boas leituras

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá,
      Sim, isso é verdade. :) Muito obrigada, a sério!
      Beijinhos.

      Eliminar
  4. Olá,
    Como estás, espero que bem.
    Olha apesar de não teres dito nada sobre os livros que tenho repetidos, e como sei que andas ocupada, eu ando a fazer limpeza nas estantes, lentamente e encontrei mais dois livros repetidos são eles:"O Perfume" de Patrick Suskind e um de Madeline Hunter "Casamento de conveniência" se quiseres junto com os outros dois que te falei e envio para ti.
    Responde quando puderes, ok. Tem tempo.
    Beijocas e bom trabalho.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá,
      Está tudo bem e contigo?
      Eu já te enviei um mail a falar sobre isso. :)
      Beijinhos.

      Eliminar
    2. Olá,
      Está tudo bem e contigo?
      Eu já te enviei um mail a falar sobre isso. :)
      Beijinhos.

      Eliminar
  5. Olá,
    Olha sem querer apaguei os teus comentários sobre o livro os Em segredo e o outro de poupar dinheiro, por favor publica lá de novo. Desculpa.
    Beijinhos e boas leituras.

    ResponderEliminar
  6. Olá mais uma vez,
    Era para de avisar, caso não saibas que no dia 22 vai haver um desafio da maratona literária, estava no facebook. Lembrei-me que podias não ir lá e deixo-te aqui o recado.
    Beijocas.

    ResponderEliminar
  7. Em relação à série ela passa por voltas das 07h40 na foxlife (acho que há outros horários) . Vou vê-la até ao fim, até que gostei mas não ter continuação é uma treta.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá,
      O horário é que não é o melhor, mas pronto. Nesse caso é pena, enfim, mas eles lá se baseiam nas audiências para cancelar ou renovar a temporada de uma série, em vez de se basearem também no seu potencial.
      Beijinhos.

      Eliminar
  8. Olá,
    Já tenho este livro na minha estante, chegou ontem.
    Gostei muito da tua opinião e fiquei ansiosa para o começar a ler.
    Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá,
      Que bom, fico à espera que leias para depois ler a tua opinião. :) Espero que gostes tanto quanto eu.
      Beijinhos

      Eliminar