sexta-feira, 28 de agosto de 2015

Leitura do momento #7

Olá! Hoje é dia de mais um post de leituras do momento, confesso que tenho estado em falta com esta rubrica, já lá vão três livros que li e que não postei em nenhum post de leituras do momento, mas pronto.
Sinopse:  "Conseguirá o verdadeiro amor apagar uma grande paixão?
Clara e Santiago vivem um casamento feliz e juntos planeiam construir um palácio de sonho para viverem com a filha Carolina. Mas quando, numa concentração de motas, Clara reencontra o homem que quase destruiu a sua vida, o passado mistura-se com o presente e a sua felicidade ao lado de Santiago é ameaçada. Hugo regressa após dez anos na prisão e Clara sabe que ele quererá vingança por ter sido abandonado e por tudo o que ela construiu na sua ausência. As inseguranças da menina inocente que foi um dia regressam e, com elas, a culpa e o sentimento doentio que nutriu em tempos por Hugo.
Uma história de amor, de sonhos e de perdas que nos leva ao mundo do crime, das drogas e da discriminação racial. Um tributo à família, aos que amam e sabem amar-se e à felicidade nas pequenas coisas."


Sinopse: "Grace Alexander, uma bonita terapeuta sexual de Nova Orleães, julgava estar destinada a uma vida sem paixão. Até ao dia em que a amiga Selena a convence de que, por artes mágicas, poderá convocar um escravo de amor durante um mês. Certa de que a magia da amiga irá falhar, Grace deixa-se levar pela brincadeira. Mas…"
Neste momento estou a ler A sombra de um passado de Carina Rosa em formato e-book, uma vez que este não existe em formato físico e tenho a dizer que estou a gostar muito. Gosto muito da escrita da autora, mas acima de tudo estou a adorar a história que ela criou. Confesso que é um livro que vou lendo aos pouquinhos porque nem sempre me apetece ler no tablet, então faço-o mais naqueles dias à noite que não me apetece pegar num livro.
Entretanto na sequência do desafio de férias, comecei a ler o livro Amante de sonho da Sherrilyn Kenyon que é o primeiro da saga predadores da noite. É um livro que estou a gostar, mas do qual esperava mais tendo em conta o que li no segundo. Vamos lá ver se o final torna as coisas melhores!

E vocês, o que é que andam a ler?

terça-feira, 25 de agosto de 2015

TAG | Venha o diabo e escolha

Olá! Hoje é dia de vir responder a uma tag que não podia ter um nome mais adequado, porque realmente na altura de responder a estas perguntas só me apetecia dizer "Venha o diabo e escolha" porque as hipóteses de respostas são todas tão más que se torna difícil de escolher uma. Fui tagueada pela Carla do blog Atmosfera dos Livros.


1 - Preferias só poderes ler um livro por ano e saberes que ias adorá-lo imenso ou leres vários e não gostares muito deles?
Por mais que conseguisse gostar muito desse livro, acho que preferia ler vários livros por ano e não gostar assim tanto deles, porque até dessas leituras menos boas conseguimos tirar qualquer coisa de boa por mais pequenina que possa ser.


2 -Preferias nunca poderes conhecer o teu autor(a) favorito/a ou nunca mais poderes ler mais livros do/a mesmo/a a partir deste momento?
Preferia permanecer na ignorância e nem conhecer o meu autor preferido, porque se fosse para conhecer e não poder usufruir do seu trabalho então era preferível nem o chegar a conhecer.


3 - Preferias ser obrigado a ver sempre os filmes antes de leres os livros ou nunca veres os filmes?
Esta questão é complicada, porque é claro que eu prefiro mil vezes ler os livros antes de ver os filmes, contudo também gosto imenso de ver os filmes mesmo que isso implique, em grande partes das vezes, desiludir-me se for a compará-lo com o livro. Por isso, preferia ver sempre os filmes antes de ler os livros.


4 - Preferias matar uma das tuas personagens favoritas de sempre ou deixar um dos piores vilões escapar impune?
Definitivamente que preferia deixar um dos piores vilões escapar impune, mas sempre com a esperança que no futuro ele iria voltar e ser apanhado, ahahah.



5 - Preferias ser um tributo nos Jogos da Fome ou que a pessoa mais importante para ti no mundo o fosse?
Preferia ser um tributo nos Jogos da Fome, sem dúvida.


6 - Preferias que a tua série favorita de sempre nunca tivesse existido ou que o/a autor(a) nunca a conseguisse acabar?
Preferia mil vezes que ela nunca tivesse existido, é precisamente esse o meu sentimento quando vejo as temporadas a serem canceladas quando a história ainda tem muito potencial e muito para dar.


7 - Preferias nunca ter conhecido esta comunidade literária na Internet ou teres de deixar de fazer parte dela para sempre obrigatoriamente?
Provavelmente preferia ter que deixar de fazer parte dela para sempre obrigatoriamente porque o pouco que pudesse desfrutar desta comunidade já valia a pena.


8 - Preferias que um livro que encomendaste chegasse a tua casa numa edição super feia, mas em óptimas condições ou que chegasse a tua cada na edição que querias, mas toda estragada, sem puderes reclamar?
Esta questão é realmente um dilema para mim que sou um bocado para o picuinhas com os meus livros, mas talvez preferisse receber a edição que queria independentemente das suas condições.


9 - Preferias que os teus livros, por conta de uma tragédia, ardessem ou se afogassem?
Acho que preferia que se afogassem, quem sabe se não dava para recuperar qualquer coisa.


10 - Preferias rasgar a capa de um livro ou sujá-la com algo que não saia?
A capa rasgada é que não, por isso preferia que se sujasse com algo que não saísse.


Não vou taguear nenhum blog, mas quem quiser responder a esta tag, sinta-se livre para o fazer e depois avisem-me nos comentários para ir espreitar as vossas respostas.

sábado, 22 de agosto de 2015

Opinião | Entre o agora e o nunca - J. A. Redmerski

Olá! Hoje é dia de opinião aqui no blog, já faz um tempo desde que postei a última e confesso que tenho umas quantas em atraso por isso já é mais do que tempo de começar a postá-las.
Este livro andava-me debaixo de olho há um bom tempo e quando o vi a metade do preço no Continente percebi que não podia deixar escapar a oportunidade de o adquirir e ler finalmente. Eu tinha quase a certeza de que iria gostar deste livro, mas também não esperava gostar tanto. 

Título: Entre o agora e o nunca
Autora:  J. A. Redmerski
Editora: Editorial Presença
Edição/reimpressão: 2014
ISBN:  9789722351829
Páginas: 464
Sinopse: "Camryn Bennett decide, com a impetuosidade dos seus 20 anos, abandonar um quotidiano previsível e aventurar-se numa viagem sem destino em busca de si própria. Entra num autocarro de longo curso e deixa-se ir ao sabor do momento. É então que conhece a pessoa que irá mudar para sempre a sua vida - Andrew Parish, um jovem que vive a vida intensamente. O espírito livre e aventuroso de Andrew exerce sobre Camryn um poderoso fascínio e, pouco a pouco, vai quebrando as suas defesas, libertando-a das convenções que a impedem de viver plenamente o presente e expondo os seus desejos mais secretos. Sensual e inspirador, este romance fala-nos do amor, da paixão, do erotismo... e da coragem de vivermos até ao limite sem nos trairmos a nós próprios."


Opinião:  Este livro conta-nos a história da Camryn, uma jovem de vinte anos com uma bagagem de acontecimentos trágicos na sua vida muito grande: o seu namorado morreu num acidente de viação, o irmão foi preso, os pais divorciaram-se e tudo piora quando o namorado da sua melhor amiga, Damon, resolve declarar-se a si. O pior acontece quando Camryn resolve contar o sucedido à sua melhor amiga, Natalie, e esta diz com todas as letras que não acredita nela. 
     Camryn é aquele tipo de rapariga reservada, tímida e com poucos amigos e quando se vê em conflito com a sua melhor amiga fica sem saber o que fazer, uma vez que não lhe resta mais ninguém. Sabem aquela sensação de estar sem rumo? Foi isso que fez com que ela embarcasse numa viagem de autocarro sem destino certo, com o desejo de distanciar-se da sua cidade e daquelas pessoas por um tempo. 
     É nessa viagem que Camryn conhece o Andrew, um rapaz revolucionário, que diz tudo o quer e faz o que quer sem  quaisquer preconceitos. Digam o que disserem, eu adorei ambos os protagonistas: se por um lado temos uma jovem rapariga tímida com receio de dizer e fazer o quer com medo de represálias, por outro temos um rapaz que está sempre à procura de aventura e de algo que apimente um pouco a sua vida, procurando distanciar-se o máximo possível da rotina. 
     Depois de alguns sucedidos nesta viagem onde os dois se conhecem, ambos acabam por embarcar numa road trip. Se antes dessa road trip já somos presenteados com uma amizade forte que se vai construindo aos poucos, então no decorrer da mesma as coisas entre os dois sobem de patamar.      Engane-se quem pense que eles passam de amigos a algo mais do dia para a noite, não mesmo, a autora conseguiu construir isso de forma cautelosa e pura. Isso cativou-me tanto. Eu senti que eles antes de avançarem para algo mais, tiveram momentos puros, momentos em que procuraram conhecer-se um ao outro: as mágoas, os planos para o futuro, os receios, enfim, tudo. 
     Penso que escusado será dizer o quanto adorei a construção da amizade e relação amorosa destes dois, assim como adorei estes dois personagens principais: autênticos e com os quais partilho alguns sentimentos o que me fez com que me identifica-se quase instantaneamente com eles, principalmente com a Camryn que em certos momentos parecia tão eu. 
     E depois aquele final inesperado deixou-me de boca aberta, eu podia esperar tudo menos aquilo. Aquilo foi a prova viva de que devemos aproveitar cada momento da nossa vida, sem medos nem receios e mais não posso dizer. 
     Este livro mostra-nos de forma clara como devemos procurar ser autênticos, fazer o que gostamos e aproveitar todos os momentos que temos porque um dia podemos ser surpreendidos pelo inesperado, mas inevitável. Acima de tudo, devemos ser felizes com as nossas escolhas e decisões sejam elas quais forem. 
     A escrita da autora não tem grandes floreados, mas proporciona-nos uma leitura muito leve e divertida e ela conseguiu transmitir-nos na perfeição os pensamentos das pessoas da idade das suas personagens, sendo que os capítulos estão divididos por pontos de vistas das duas personagens principais e escritos na primeira pessoa. 
     Penso que é claro como a água que eu adorei este livro, ele proporcionou-me momentos de alegria, mas também momentos de agonia pelo que ia ou não acontecer aos personagens, mas tudo está bem quando acaba bem e isso é bem verdade. Uma coisa é certa, este livro deixou-me a pensar em muitos aspetos importantes e isso para mim vale muito e por isso dou-lhe as cinco estrelas. 
     Quanto a vocês, arrisquem e não tenham medo de ser felizes! E se tiverem oportunidade de ler este livro, façam-no porque certamente não se vão arrepender.

"- Só que parar e planear é uma treta - responde. - Se pararmos no passado, não conseguimos andar em frente. Se passarmos demasiado tempo a planear o futuro, empurramo-nos para trás ou ficamos a estagnar no mesmo ponto a vida inteira. - Os seus olhos fixam os meus. - Vive o momento - prossegue, como se quisesse frisar uma questão importante -, quando tudo está certo, anda com calma e limita as más recordações, e conseguirás chegar onde quer que te dirigas muito mais depressa e sofrendo menos solavancos pelo caminho."
Pág: 95

Classificação: 
Playlist: 

Algum de vocês já leu ou pretende ler este livro?

terça-feira, 18 de agosto de 2015

Novidades | Chiado Editora

Olá! Já estou de volta e hoje é dia de dar a conhecer algumas novidades e lançamentos da Chiado Editora. Tinha guardado um post de leituras do momento que tinha feito antes de ir esta última semana de férias e tencionava postar hoje, mas entretanto terminei ambos os livros e terei que fazer um novo post com as minhas atuais leituras. 

Autor: Sílvia Rodrigues Pais
Data de publicação: Julho de 2015
Páginas: 638
ISBN: 978-989-51-4403-7
Colecção: Viagens na Ficção
Género: Romance
Sinopse: "Emily Miller, uma rapariga doce, deixa família e amigos em Los Angeles e vai estudar para a Universidade de Yale. Conhece Liam Price, o típico bad boy dos tempos modernos, que vira a sua vida do avesso, obrigando-a a enfrentar os seus medos e a desenterrar fantasmas do passado.
Nova cidade, novos amigos, novas aventuras e novos amores se avizinham. Esta é uma história de luta contra demónios, de conflitos interiores, de vinganças, vitórias e derrotas.Conseguirá Emily finalmente ser feliz?"



Autor: Alina Pires Lopes
Data de publicação: Março de 2015
Páginas: 104
ISBN: 978-989-51-3347-5
Colecção: Bíos
Género: Biografia
Sinopse: "Este fabuloso livro conta-nos um impressionante e inigualável registo real de crianças deixadas à mercê dos perigos, contando bizarros e inconvenientes acontecimentos.
Questionamo-nos acerca de certos comportamentos nos nossos dias impensáveis, atrozes, alguns cruéis, mas que, com crianças criadas em ambientes de pobreza extrema lhes proporcionaram longas horas de brincadeira e divertimento, sem preverem consequências dos seus actos, agindo por impulso e genuinidade, chamando a atenção pela negativa ou pela vontade de ter o que não tinham, vendo que havia outros que tinham tudo.
Em tempo de stress este livro é ideal para ler, pois dispõe bem, é de fácil leitura e entendimento, transportando-nos ao mundo das traquinices."


Autor: André Pereira
Data de publicação: Julho de 2015
Páginas: 203
ISBN: 978-989-51-4405-1
Colecção: Viagens na Ficção
Género: Ficção
Sinopse: "Um filho morre e os pais choram. O filho é Tomás, os pais são Clara e Afonso. Ela chora como uma mãe deve chorar a morte de um filho, ele ri como se a morte de um filho tivesse graça. O resto é história. E vida."










domingo, 9 de agosto de 2015

Random #3

Olá! Hoje passei por aqui só mesmo para avisar que vou de férias, por isso nos próximos tempos não façam grande conta de encontrar posts por estes lados, nem mesmo visitas minhas pelos vossos blogs. À semelhança do que aconteceu das últimas vezes que estive ausente do blog, quando voltar ponho-me a par de todas as novidades nos vossos blogs e poderão contar com muitos posts novos também destes lados. Confesso que inicialmente tinha planeado ir de férias e deixar alguns posts programados, mas não consegui mesmo fazê-lo com a antecedência que queria e penso que entretanto também não conseguirei mesmo orientar nada nesse sentido.
Se tudo correr bem e como o esperado, vemo-nos daqui a uma dúzia de dias. Até lá, façam-se acompanhar de bons livros e desfrutem das vossas leituras ao máximo!

quinta-feira, 6 de agosto de 2015

TAG | Dias da Semana em Livros

Olá! Hoje é dia de tag, já faz um tempo que não respondo a uma, embora tenha algumas em atraso por responder nos rascunhos dos posts e algumas já bem antigas, resolvi responder a esta que me foi passada pela Carla do blog Atmosfera dos Livros recentemente. Tenho mesmo de postar as tags todas em atraso e talvez opte por postar uma por semana.

Domingo: Um livro que não queres que termine ou não quiseste que terminasse.
Este livro foi a minha maior e melhor surpresa este ano, tinha quase a certeza que ia gostar de lê-lo, mas não estava à espera de gostar tanto gostei. Por isso, durante a sua leitura

Segunda-feira:Um livro que tens preguiça de começar.
Não me perguntem porquê, mas esta é de facto uma leitura que eu tenho preguiça de começar. O que é certo e que ainda não vi o filme e não tenciono vê-lo sem primeiro ler o livro, por isso vou ter que perder esta preguiça mais tarde ou mais cedo.

Terça-feira:Um livro que te custou a ler ou leste por obrigação.
Eu faço parte daquele grupo de pessoas que leu José Saramago por obrigação na escola, mas quero muito ler outras obras desta e reler esta inclusive sem ser por obrigação.

Quarta-feira: Um livro que deixaste pela metade ou estás a ler no momento.
Este é daqueles livros que já tentei, por várias vezes, ler do início ao fim e deixo-o sempre a meio. Porquê? Nem sei bem, mas acho que tem a ver com o facto da escrita da autora ser maioritariamente descritiva o que se acaba por tornar maçador.

Quinta-feira:Um livro que não recomendas.
Tenho sempre muita dificuldade em nomear um livro que não recomendo porque isto é sempre uma questão muito relativa, eu não gostei, mas vocês podem gostar. Apesar de ter sido uma leitura que não consegui terminar e não pude concluir se vale ou não a pena fazer, eu não o recomendo pelo simples facto de achar a escrita demasiado maçadora, mas quero muito voltar a dar-lhe uma oportunidade.

Sexta-feira:Um livro que queres que chegue já à tua estante (lançamento ou compra).
  
Eu sou daquelas pessoas que mal são lançados meia dúzia de livros, mete sempre metade deles na sua wishlist e aqui estão quatro lançamentos recentes que quero muito adquirir e ter na minha estante.

Sábado: Um livro que quiseste começar novamente assim que terminou.
Não me perguntem porquê, mas eu adorei tudo neste livro: desde a sua escrita, aos personagens e à construção da história. E aquela etiqueta a amarelo que compara este livro às 50 Sombras de Grey? Esqueçam-na porque não tem nada a ver, este é mil vezes melhor e está bem construído em todos os aspectos, já para não falar que é muito mais realista.


Não vou taguear nenhum blog, mas quem quiser responder a esta tag, sinta-se livre para o fazer e depois avisem-me nos comentários para ir espreitar as vossas respostas.

segunda-feira, 3 de agosto de 2015

Compras | Maio

Olá! Bem, já é tempo de atualizar os psots de compras do mês, não é verdade? Sei que já estamos em Agosto o que significa que tenho três posts de aquisições do mês em atraso: Maio, Junho e Julho. Por isso, numa tentativa de começar a atualizar as coisas destes lados, hoje é dia de aquisições do mês de Maio.


sábado, 1 de agosto de 2015

Desafio | Férias

Olá! Não sou muito fã de desafios literários, como já tinha referido aqui no blog gosto de ler o que me apetece e quando me apetece, então isto de estipular leituras para o mês nem sempre é boa ideia para mim, mas vou tentar, a sério que sim. A minha maneira de tentar garantir o sucesso deste desafio foi escolher os livros que tinha na estante e que sabia que queria ler nos próximos tempos, então foi adaptá-los a cada uma das categorias e pronto.

DESAFIO Nº 1: FÉRIAS

"Chegado o Verão, o desejo de férias cresce. O bom tempo apela a tardes de praia, passeios pelo campo, a viagens e a novas aventuras. Para uns, o destino ideal será a praia; apanhar sol enquanto se lê um livro e dar um belo mergulho para refrescar. 
Para outros, é o campo. A comunhão com a natureza, o campismo e as caminhadas pelas serras. 
Já para outros, nada bate a sensação de entrar num avião e partir para uma nova cidade, descobrir novas culturas e outros ritmos de vida."


Regras do desafio:
- Escolher uma das categorias: Praia, Campo ou Cidade;
- Ler, no mínimo, dois livros da categoria escolhida;
- Os participantes poderão concluir juntar desafios e completar os que desejarem. Poderão, inclusivamente, aliar os desafios da Ronda Especial com os da categoria escolhida.

Início: 1 de Agosto
Fim: 30 de Setembro